“HOMENS, NÃO NOS SUBESTIMEM.”

Entrevista com Bruna “Boo” Unzueta

Por Guerrinha

A relação de Bruna Sarkis Unzueta com o poker tem ficado cada vez mais intensa com o passar do tempo. Começou como hobby e virou sua paixão – e a digital influencer de 26 anos não descarta que se torna uma profissão.

Conhecidíssima como Boo e relativamente nova no circuito, ela já ostenta um currículo digno de nota. Entre suas principais premiações estão o 1° lugar do Ladies Bsop, em Natal, e o 1° lugar Turbo KO do EPS Mendoza.

Na entrevista a seguir, ela fala um pouco sobre as mulheres no mundo do poker.

*******

Desde quando você joga poker? E como começou a jogar?

Tem uns 4 anos que jogo poker. Meu pai me ensinou quando era mais nova, mas só depois de um bom tempo comecei a jogar com mais regularidade em campeonatos e em clubes.

O que te atrai no poker?

A emoção, a competitividade.

O poker ainda é um universo muito masculino. Você já enfrentou ou viu situações desagradáveis envolvendo machismo na mesa de jogo?

Algumas. Infelizmente o machismo existe em vários universos. Tudo depende da forma que as situações são interpretadas e como você irá lidar com elas.

Você já se valeu do fato de ser uma mulher bonita para obter vantagens no jogo? Por exemplo, extraindo informações sobre a mão dos adversários ou amolecendo o coração dos vilões na mesa?

Bom, com certeza nunca me prevaleci desse fato para obter qualquer tipo de vantagem no jogo, até porque o poker exige muito estudo e um pouco de sorte. Se me valesse disso, estaria contando somente com a minha sorte e o despreparo do adversário.

Qual sua opinião sobre torneios exclusivos para mulheres, os chamados “ladies”?

Acho importante existir, pois ajuda na inserção das mulheres no meio do poker, mas eu, particularmente, prefiro jogar torneios sem restrições.

Que dicas você daria a uma mulher que esteja começando a jogar?

Divirta-se e estude muito!

E que conselho de comportamento você daria aos homens que enfrentam mulheres no poker?

Não nos subestimem, vocês podem acabar sem dinheiro e sem nossa agradável companhia. kkkkk 😅🤣